Por Todos os Cantos II

 

A mesma letra da canção Por Todos os Cantos   segunda faixa do CD Todos os Cantos do Vale com outra melodia ganha a tradução dos termos Tupi . Participação especial de Lula Barbosa, uma das mais belas vozes da musica popular brasileira.

Tua Obra Teu Pão

 

Homenagem do autor aos artistas da sua cidade entre eles  Darcy Penteado e Juca de Oliveira. 

Por todos os Cantos

 

Por todos os cantos da minha cidade a herança mais bonita está na sabedoria e riqueza poética do significado dos topônimos tupi-guarani da nossa região.De cima dessa raiz forte quero cantar sempre e espalhar esse canto no vento porque sou refugio, sou lugar escondido dentro de mim mesmo.

Atrás de Morro vem Morro

 

As gerações passadas nos legaram um sentimento vivo de amor às origens. Assim foi que São Roque recebeu no âmago de sua história tantos imigrantes que construíram o nosso progresso e aqui fizeram vingar as sementes que frutificaram em outras tantas e tantas gerações. Meus avós, seus avós peregrinos em busca de una terra fértil aqui nos fizeramSão-roquenses, felizes são-roquenses irmanados nesta canção

No Teu Trilho

 

Fazer uma canção sobre a história da nossa estação ferroviária é algo muito audacioso para mim, pequeno poeta que sou. Mas o pouco que vivi ao lado do meu Pai, que abraçou intensamente a vida de ferroviário foi o suficiente para reconhecer que como filho, tenho muito a dizer. 

Tal Brasil

 

Fiar o destino, cada um fia o seu.Mas na árdua labuta de transformar o fio em tecido é alem de fiar a vida, é fiar a esperança e a conquista de um Canaã às gerações que aqui desfrutam dessa construção de um “ Tal Brasil”. 

Futilísmo

 

Ah vaidade! Como não pintá-la nos retratos da soberba, da luxuria, da riqueza? E porque não da futilidade?

Retratos que o tempo apaga como se apaga a vida.

Gaiolas

 

Prisioneiro de Mim mesmo, como um pássaro arredio perdido entre as paredes de arame como um artista, tentando ludibriar os sentimentos.

Novíssimos
 

Ser novo causa contrangimento, o ser ou não ser provoca descaso. Mas como não ser novo se o velho está decolado de mim poeta de tantos sonhos.

by Daísa Produções Culturais. Proudly created with Wix.com

  • Twitter Clean
  • Facebook Clean
  • SoundCloud Clean